sábado, 1 de dezembro de 2012

Que de doce baste a vida.

1º de dezembro. Dezembro já é um mês meio limbo, né. É a cara do fim. É onde a gente vai terminando de cumprir as funções no purgatório do ano, e esperando pelo paraíso do descanso.

Curitiba brindou a chegada de dezembro com uma manhã inusitadamente ensolarada e um dia bem quente, contrariando completamente a sexta-feira cinza e fria. Eu, como ainda não cheguei nas minhas férias, acordei às 9h30 para curtir meu delicioso purgatório e ir ensaiar. O ensaio anterior tinha terminado às 23h20, o que nos deu menos de 12 horas de alforria da Varanda do Esquecimento onde estamos andando presos e esquecidos. Referências desconhecidas à parte, estreamos dia 5 e até lá é no sufoco. Mas também de sufoco se alimenta a paixão, então lá vamos nós.

Depois do ensaio deu pra almoçar com a amiga-mãe e ter aqueles papos necessários de toda vez, passando pelas coisas sérias, pelas confidências, pelas adolescentices e pelas risadas, com direito a compras no shopping depois e tudo o mais. E no meio disso, meu suco de maracujá veio quente e sem açúcar nenhum. De gelada e doce tá bastando a vida, é isso, garçom?

De tarde eu só variei entre estar em cima do palco ou estar sentada na plateia assistindo apresentações de amigos. Ainda deu tempo de pintar um pouquinho de cenário e de ficar de pernas pro ar batendo papo com outra das grandes amigas. Foi um dia bom.

Mas confesso que mesmo sem ter estragado nem que minimamente o meu 1º de dezembro, aquele suco não me saiu da cabeça. Porque eu brinquei reclamando da falta de açúcar, dizendo que de azeda andava bastando a vida, e deixei metade do suco largado no copo. Heresia, eu diria, porque não se desperdiça suco de maracujá nessa vida.

Eu terminei 2011 pedindo doçura, e esse, já tinha eu confabulado, terminaria pedindo leveza. E então já vou começar a pedir desde já. Porque não há forma de aproveitar a doçura se a falta da leveza não nos permitir percebê-la. 2012 me aparenta ter sido um ano pesado. O fluxo de pensamentos andou histriônico na minha cabeça, fazendo com que lá passasse eu, horas a fio (quando não, dias) me remoendo, rebatendo e roendo unhas por coisas desnecessárias. Não que não me fossem importantes, mas que não deveriam mesmo me ter causando a falta do sono e a inquietação exagerada. Coisas que se tornam pequenas frente a grandeza do universo, sabe assim? É isso.

Pra 2013 e tudo o que se seguir, pedirei leveza porque só uma alma leve consegue descansar direito quando põe a cabeça no travesseiro. Só uma alma leve consegue aproveitar serenamente as batidas do próprio coração. E só uma alma leve pode fazer jus a todos os outros pedidos possíveis. Porque a gente só consegue aproveitar todo o resto se houver leveza. É aquela questão de apontar para a serenidade, e remar. Se eu puder escolher quatro coisas para 2013, escolho a leveza, a serenidade, a fé, e mantenho a doçura. Porque quero terminar o ano tomando feliz um copão de suco de maracujá azedo, olhar na cara do garçom e dizer: É isso aí, meu chapa! De doce tá me bastando a vida.

16 comentários:

  1. Esse ano foi bom pra mim. Mas realmente, pesadíssimo. Me uno a você nesse pedido, amiga. Em 2013, leveza! Muita leveza pra suportar todas as adversidades.

    Te amo <3

    ResponderExcluir
  2. Ai, amiga, a vida tá pesadinha mesmo. 2012 não foi nem metade do doce que eu esperei que fosse. Foi tão, tão amargo que hoje tudo o que eu mais quero é que 2013 chegue logo, com todas essas coisinhas doces que você disse, com novidades boas, muita força, fé e tranquilidade. Tô precisando disso. Acho que mereço isso. Merecemos!

    Te amo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ai, amiga! Quero usar essa frase! Bem, 2012 foi um ano incrível pra mim. Eu posso dizer que me redescobri, me refiz. O primeiro semestre foi maravilhoso, mas o segundo foi pesadíssimo! Hard core mesmo. E, cara, você tem toda a razão. Leveza. Acho que a gente foca tanto na doçura das coisas que esquece que se não for leve, não desce. Que 2013 seja leve para nós, amiga! Te amo!

    ResponderExcluir
  4. Sempre achei a vida meio pesada. Boa, mas pesada. É como se ela não admitisse ser só doce. É bem como aquele doce que é cheio de açúcar, mas tem um azedinho no fundo.
    Que a leveza chegue, finalmente! Pra você poder sentir todos os sabores estranhos e deliciosos que essa danada da vida coloca ao nosso dispor.
    Aponta pra serenidade e rema. Posso adotar o lema também?
    Te amo!

    ResponderExcluir
  5. É, esse ano foi mesmo pesado. Mas foi de muito aprendizado também.
    Quando chega dezembro, sempre vem essas reflexões. Primeiro porque o ano parece passar cada vez mais rápido. E segundo porque, rápido ou não, muitas coisas acontecem, inclusive aquelas que você nem imaginaria (pro bem ou pro mal). É isso que pesa no fim.
    Você faz bem em pedir leveza pois os dias ficam cada vez mais difíceis. Sem ela, nem sei.
    Para 2012 eu pediria amor. Me sinto madura pra isso - finalmente. :)

    ResponderExcluir
  6. Começo a achar que 2012 foi, de alguma forma, um ano pesado pra todo mundo. Ele não chega nem aos pés de 2011 que foi cheio de novidades (pelo menos pra mim), mas não irei desmerecê-lo, podia ter sido pior, sabe? Sempre pode.

    Também quero leveza para o ano que vem, Ana. Acho que essa é a chave fundamental pra tudo de bom que houver na vida. Mas também quero saúde, pra mim e para as pessoas que me cercam.
    Sinceramente espero que 2013 seja um ano de novidades boas e felizes, tanto pra mim quanto pra você.

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Brindemos a necessidade de leveza, Analu!
    Como diz o teatro mágico: "vida a vida mais leve"!
    Espero ter um ano levíssimo ao lado de vcs!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Apesar do maracujá azedo, o seu texto foi doce.
    Que 2013 seja leve e um ano de realizações (:

    ResponderExcluir
  9. Que seja leve <3
    E TRATE DE FAZER O MEME <3
    Te amo <3

    ResponderExcluir
  10. acho que você deu nome ao que eu venho buscando e não achava uma palavra que compilasse tudo. leveza. que 2013 seja leve pra nós! :)

    ResponderExcluir
  11. Hey~ Tava passeando por um blog e acabei encontrando o seu, que alias é muito bonito ♥ por isso resolvi te convidar a participar no Blog Destaque lá na minha pagina, oque você acha? Se tiver interesse dá uma passadinha rapida lá no meu blog para saber como aparecer lá ^^ mas se não tiver interesse então desculpa o incomodo, tenha uma Boa Semana!

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Analu,
    Texto doce e saboroso como os sucos de maracujá que preparo para vc.
    Pode deixar que farei vários na sua estadia por aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Estou contigo!
    Ano super pesado. Quase desmoronei várias vezes...
    Quero 2013 cheio de leveza, doçura, e felicidade!
    Beijo!
    <3

    ResponderExcluir
  14. Graças a Deus que você tirou uma lição boa desse suco! Para mim 2012 tá sendo um ano atípico, porém cheio de desafios e situações que querem me entristecer e tirar a minha saúde!

    ResponderExcluir
  15. E se eu falar que com esse texto eu precisei acordar para a vida?
    É o que estou precisando também, Analu: LEVEZA.

    Beijinhos, adorei o texto! Boa noite!

    ResponderExcluir
  16. O que mais desejo pra 2013 é isso: doçura, leveza, tranquilidade, amor, saúde. Porque o resto é resto, e a gente conquista!

    ResponderExcluir