sábado, 24 de dezembro de 2011

João Bussular, 89

No dia que ele fez 79, eu tinha 9, e entrei em pânico. Na minha cabeça, 80 era o símbolo da velhice, e eu tinha que encarar os fatos. Não faltaria muito e meu avô iria morrer.

Nessas, foram 10 anos. DEZ, escrito, assim, pra ficar mais bonito. E meu avô está aqui. Chegando aos 90. E eu perdi o medo há muito tempo. Com a graça de Deus, comemoraremos os CEM dele ainda. Mas hoje são 89. Então é isso que estamos comemorando. E não faltam motivos.

Morador da Rua Antônio Sampaio, número 89, ele brinca, dizendo que vai inverter os números, para garantir mais 9 anos. Meu padrinho falou que já vai pintar logo um “100” na parede. Eu disse que estamos no lado ímpar da rua. Vamos colocar logo um 101 lá. Pra garantir.

Miudinho e magrelinho, Sr. Joãozinho está terminando a década dos 80 cheio de saúde, de gás, de vida, filhos, netos e bisnetos. Espertinho e lúcido que só ele, capaz de saber a data de aniversário de todos e o que cada um faz na faculdade. De vez em quando tem uns brancos engraçados: “Quem é Carol?”, foi sua pergunta pra mim, ontem, quando eu falei que eu, Bianca e Carol íamos dormir na sala. Chorei de rir. “Carol, né, vô? Do tio Eraldo!”, respondi. “Ah, claro! Carolina, do Eraldo!”, respondeu ele. É claro que ele sabe. Ele sabe de tudo.

Ele sabe que viver é uma delícia. Sabe que a casa dele é nosso paraíso. Sabe do orgulho que nós temos em carregar o nome dele, e sabe, muito bem, que nós o amamos, e somos seu legado mais duradouro. Hoje, enquanto nós o mimamos, festejamos, abraçamos e lhe damos os parabéns, ele sorri de leve, e pensa, com certeza, que nós somos o seu presente.

Mas quando ele deita com aquela cabecinha quase careca no travesseiro, aposto que ele sorri de leve novamente, e dorme feliz da vida, porque ele sabe, com certeza, que no fim das contas, ele sim é que é o nosso maior presente.

Guandu 018

8 comentários:

  1. Diz pro seu avô que todas as netas dele aqui, no blog (sim, você vai dividí-lo com a gente!) mandam um feliz aniversário :D Ele parece mesmo ser a coisa mais fofa desse mundo!

    ResponderExcluir
  2. que coisa linda, Nalu <3
    sinto muita falta desses velhinhos na minha vida. do meu avô paterno, só lembro dos muitos contos que ele lia pra mim, enquanto eu sentava no seu colo na cadeira de balanço. lembro do cheiro da pele dele e da voz grossa, do sotaque meio árabe. meu avô materno eu não conheci, apesar de ter a mesma personalidade turrona.
    minhas avós são a parte da minha vida que mais pesa ter deixado pra trás. foram indo, uma atrás da outra, e eu fui ficando com saudade do cuscuz, dos palavrões italianos, das aulas de crochê, das apresentações de coral, do cabelo cor de algodão doce...
    faço minhas as palavras da Del: a gente vai adotar seu avô um pouquinho, agora! feliz aniversário pra ele! muitos anos de vida ao lado dessa família linda que você tem! <3

    ResponderExcluir
  3. Ai, que lindo!
    Parabéns pra ele! E que venham mais 9-10-11-12-13.......... com muuuuuita saúde!

    Beijo, Aninha! <3

    ResponderExcluir
  4. Amiga, li seu post e pensei no meu avôzinho. Lindo que só ele. E senti falta do meu outro avôzinho que tá lá em cima olhando por nós! *-* Que seu avôzinho viva até os 121, 131, 141 e assim em diante! Te amo, beijos

    ResponderExcluir
  5. Quanto amor! Meu único avô vivo não anda muito bem. Pelo contrário, anda fraquinho que só ele. E nunca foi muito presente. Nem ele, nem o falecido avô paterno.
    Em compensação, tive um bisavô que foi quase um segundo pai pra mim, enquanto pôde. Morreu aos 96 anos e eu sinto um vazio imenso só em pensar que nunca mais olharei pra ele nessa vida (mas em outras, com certeza). Ainda assim, sinto-o comigo em todos os momentos ruins, bons e até nos mais ou menos, haha. ♥
    Seu vôzinho tem a cara do fofo, e o texto ficou lindo, Analu. Tô com lágrimas nos olhos (porque é Natal, e nós comemorávamos o Natal no sítio do bisa, então a saudade aperta), mas parabéns pra ele. MUITOOOOOOOOOOOOOOOOOOS anos de vida ainda, e aproveite-o bastante, viu?! Tomara que ele chegue aos 96, 100, 101... ou mais! (:

    Feliz Natal :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Sem comentários pra você e pro seu avô. Texto mais lindo do mundo! Com certeza, um dos meus preferidos aqui. Que ele e todos nós alcancemos os 100 anos! Beijo NaLu <3

    ResponderExcluir
  7. SEU BLOG É REALMENTE LINDO, SÉRIO.
    TO AMANDO VISITAR AQUI.
    BEIJOS E SUCESSO
    FELIZ ANO NOVO PRA VCS.

    http://tepegonamoita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Lindo, lindo, lindo Analu :) O meu era meu pai, amava o sorrisinho dele de orgulho quando olhava pro netos e pra família reunida, dá uma saudade. Aproveita muito o seu vôzinho e que muitos posts de Feliz Aniversário pra ele ainda apareçam por aqui!

    ResponderExcluir