domingo, 25 de setembro de 2011

E aí você entrou na minha vida

Desde pequena eu sonhava com você. Sonhava, mas tinha medo. Era só um parecido chegar perto de mim e eu saia correndo. Uma vez um pequenininho veio andando atrás de mim e eu escalei um amigo do meu tio que eu nem conhecia. Mas mesmo assim eu continuava pedindo você pra mim. Papai dizia que se ele me desse você, eu subiria no ventilador de teto, de tanto medo.

Eu fui crescendo mais e fui perdendo o medo. Fui pra Curitiba e conheci a da minha prima, ela me prometeu que um dia você nasceria, e que ela me daria você. E isso parecia tão longe.. Mas de repente, realmente aconteceu! Ela ligou pra avisar que você estava a caminho, e depois, ligou pra avisar que você tinha nascido, e no dia 10 de outubro de 2003 você chegou na minha casa! Linda. Miudinha. Com os pelinhos mais macios do mundo e o bigodinho todo arrepiado.

Mamãe deu banho e você, secou no secador, e eu LOUCA pra te pegar no colo e amassar. Nossa história de amor começou quando eu te coloquei em cima da minha barriga, você andou até meu rosto e ficou me lambendo por um tempão, com uma super carinha de sapeca. Foi ali que eu me apaixonei. Fiquei espirrando até de manhã depois de todas aquelas lambidas, mas estava irrevogavelmente apaixonada por você, e assim estou até hoje.

A paixão se renova a cada chorinho que você dá quando quer comida. A cada madrugada em que você se enfia no meu quarto com uma cara de que quer saber o que diabos eu estou fazendo acordada. Se renova cada vez que eu estou chorando e você vem se aninhar perto de mim pra dizer que está ali. Se renova cada vez que eu chego perto de você e você vira de barriga pra cima pra eu te fazer carinho. Se renova mesmo quando eu vou atrás de você e você sai correndo de mim porque não tá afim de ninguém te agarrando. Aí que eu saio correndo atrás e agarro mesmo. Porque você é irresistível.

E (20)

Eu não consigo mais lembrar de como era minha vida sem você.

19 comentários:

  1. A Kimmy (Josiar rs) é a coisinha mais linda do mundo *-* Adoro quando eu vou na sua casa e ela fica pulando em mim! Amo minha cachorrinha também, parece que eles sentem todo o amor que nós temos por eles e sentem realmente quando precisamos do amor que só eles tem pra nos dar, né. Quando dizem que o melhor amigo do homem é o cachorro, eu espero que as pessoas acreditem, porque é a mais pura verdade! *-* Amei, amii! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Aiiiii, que fofura!!! Esses olhos e fucinho lembrou o meu, aconteceu que o meu fez um estrago na minha perna, e só tem a cara de fofo! rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ai que fofo! Eu não gosto de bichinhos e não me imagino com um, mas acho muito fofo esse amor que as pessoas conseguem sentir! Ainda bem que a Kimmy apareceu na sua vida!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. To vendo a imagem ali no nome do blog, do filme que chama 'uma historia de amor' se nao me engano, da menina que teve leucemia, eu vi tb e amei, foi a 1° coisa q me chamou a atenção qnd acessei o blog! ^^ Depois a imagem de Harry Potter claro xD adorei td

    ResponderExcluir
  5. Muito gostoso de ler. E a carinha tão fofa.
    beijo

    ResponderExcluir
  6. Ai, que amor <3
    Eu sou uma eterna "cachorreira", hihi :)
    Já tive diversos cachorrinhos, mas por azar de uma doença horrível, muitos morreram. Mas nunca desisti desses seres incríveis. Minha mais amada e especial foi a Kika, que viveu comigo desde quando eu tinha 5 anos de idade e faleceu neste ano... Fiquei muito triste, mas sei que ela está bem no céu dos cãezinhos bons.
    A tua é a coisa mais linda desse mundo *--*
    Hoje, eu tenho 3 cadelas: a Belinha (que eu tenho desde os 12. É friorenta, manhosa e chora quando quer alguma coisa), a Bolinha (cadelinha de madame, metida e medrosa) e a Bolacha (cadela hiperativa, doida, hauhau.

    Beijinhos, ótima semana! :*

    ResponderExcluir
  7. Aiin, lembranças da minha gatinha chegam na minha mente agora. :(
    Que saudade dela.
    Que coisa boa ter bichinhos companheiros e lindos.
    Beijo Analu <3

    ResponderExcluir
  8. QUE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR!
    Quero apertar essa fofura também Lu! Posso? *----*
    Esses animaizinhos são uma benção na nossa vida mesmo, morro de saudade do meu e ganhei um boxer agora também acredita?? HAHAHAHAHA

    Beijo linda <3

    ResponderExcluir
  9. Ai, Ana Lu... foi impossível não me emocionar! Acabei me lembrando da minha Laikinha que faleceu tem um ano e pouco. Poxa, que saudade bateu...

    Mas desculpa! É um texto TÃO lindo, devo ficar contente :D não há amizade como a desses bichinhos que não pedem nada em troca (a não ser ração, brinquedinhos, cafuné, atenção, passeios e... quem disse que eles não pedem nada em troca mesmo? hahaha). São as coisas mais gostoooosas desse mundo! E hoje, tenho meu Benjamin pra fazer companhia, apesar de tudo :)

    Dá um aperto nessa lindona por mim, fiquei morrendo de vontade! hahaha

    ResponderExcluir
  10. Ai Anaaaaa!
    Que texto lindo! Sério... me fez lembrar a minha pequenininha, que foi pro céu em janeiro desse ano. Ela sempre foi tão boa e tão especial que foi embora assim, puff, dormindo.

    Agora eu tenho um serelepe lá em casa que me ajuda a curar a dor da minha pequena que foi embora. Amo de paixão. Cachorro é tudo de bom!

    Ps: Não me conformo que minha carta não chegou!

    ResponderExcluir
  11. Acho lindo o amor por um bichinho!

    O meu medo de cães é infinito mas adoro gatos.

    ^.^

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  12. que lindaaa, gente o que você escreveu, no começo parecia até eu. Eu tinha muito medo de cachorrinhos. Quando ganhei um fiquei apaixonada. Não sei como viveria sem ele. Seu blog é lindo :D

    ResponderExcluir
  13. Sabia que minha história com os meus cachorros é super parecida? Eu morria de medo de todos os cachorros do mundo, até que ganhei o Flick. E com o Flufy (ria do nome ridículo que a criança colocou no cachorro) é muito engraçado, ele é a coisa mais linda do universo e não me dá a mpinima bola. Eu vivo correndo atrás dele e ele fugindo. HAUAHAUAHAUHAUA
    A Kimmy é lindaaa! *-*
    :*

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://estanteseletiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Ah, o amor entre uma pessoa e seu animalzinho... Que coisa bonita de se ver! Que bonito ler o relato de uma garota apaixonada por sua cachorrinha (acho que cadelinha ficaria estranho, enfim...) e querendo demonstrar tal paixão para toda a internet. Bonito, fofo, meigo, apaixonante, com tudo que uma paixão pessoa-mascote tem direito, até calda e cobertura de chocolate (no sentido metafórico, claro. Senão seria uma lambança só...)

    Beijos e abraços na Aninha e por que não ,em sua companheira canina fiel e amável

    ResponderExcluir
  16. Quase chorei lendo, lembrando da minha cachorra que morreu no início desse ano! Aproveite bastante, tive a minha durante 12 anos e eles são inesquecíveis!

    Beijoos ;**

    ResponderExcluir
  17. Ana Lu,
    Que saudade me deu dessa pequena!!!!!!
    Dê um cheiro nela por mim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Nunca tive um cachorro! Pra falar a verdade, sempre tive pavor. Ainda assim, insistia em pedir um para os meus pais. Mas nunca funcionou... eles não gostam de bichos. Muito fofa ela!
    Bjos

    ResponderExcluir