segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Uma tatuagem e muita história

- É que eu tenho muito medo de agulha.
- Você já viu uma máquina de costura?
- Claro.
- Saiu correndo?
- Claro que não.
- Entraria numa fábrica de costura?
- Sim?
- Lá é o lugar que mais tem agulha no mundo.
- Humnnn…
-
Você não tem medo de agulha, tem medo de seringa.

Podia ser ficção, ou um papo com a psicóloga, mas foi o diálogo que rolou hoje, por volta das 14h30 da tarde, entre eu e o tatuador, enquanto eu dava gritinhos e ele marcava a minha perna.

Eu sempre tive pavor de agulhas, mas eu resolvi que queria fazer uma tatuagem. Aí eu resolvi que eu não queria só querer, eu queria fazer. E quando a gente para de querer e faz, vocês sabem, a gente faz tudo o que quer. E foi assim que, depois de passar semanas ouvindo todo mundo achar que eu ia amarelar, eu levantei, tatuada, da cadeira do estúdio, às 14h43 da tarde, desse 5 de janeiro de 2015. Mais um dia em que eu superei a mim mesma.

Já disse pra vocês que 2015 é o ano de ter medos – e superá-los um a um. A melhor parte disso é que além de dizer isso pra vocês eu consegui dizer pra mim também.

tatoo

Latitude e longitude. Acho que a única vez que ouvi essas duas palavras e levei a sério foi no ensino fundamental, quando a gente estuda essas coisas. Lá, a gente aprende que a latitude é a posição de determinado local de acordo com a distância dele em relação à linha do Equador, e que a longitude, por sua vez, é distância em relação ao Meridiano de Greenwich. Ou seria o contrário? Nem sei ao certo.

Latitude e Longitude. Um número para cada uma dessas posições, em qualquer lugar no mundo que você esteja. Lugar. Esse conceito tão vago. O que é um lugar? O que é um casa? Quanto de cada lugar podemos carregar conosco?

O fato é que cada um precisa de um lugar no mundo. Alguns lutam mais para encontrar, outros menos. Alguns tem sempre certeza de onde querem estar, outros querem ganhar o mundo. Eu gosto da ideia de ganhar o mundo. Sem nunca deixar de carregar comigo o lugar em que sempre sei que serei feliz.

A casa da minha avó sempre foi meu melhor lugar do mundo. Meu retorno. Minha origem. O canto para onde eu sempre gostarei de ir – e de retornar. Pessoas não são pra sempre. Construções talvez também não sejam. O fato é que não importa o que aconteça (e olha que coisas sempre acontecem), toda vez que entro naquela casa, geralmente uma vez por ano, sinto cheiro de lar. De memória. De pão saindo do forno. De criança correndo ao redor das janelas. De “não faça barulho, tem bebê dormindo no quarto do bequinho”.

Foi na calçada da minha avó que eu ralei tantas vezes o meu joelho que ele mal tinha tempo de se cicatrizar. Foi naquele portão que prendi o dedinho algumas vezes. Foi naquela varanda que tomei alguns escorregões. Foi na sala que dei tantas risadas. Foi no quarto que tive tanto medo do escuro com o soar das doze badaladas do relógio.

Latitude e longitude. Dois números extensos, medidos em graus, minutos, segundos, norte/sul, leste/oeste. Poderia, um punhado de números, representar tudo o que o coração guarda sobre as casas que fazemos pelo mundo?

Não posso estar sempre na casa da minha avó, mas decidi que ela pode estar sempre comigo. Tatuei os dados geográficos do endereço que mais amo no mundo no meu tornozelo. Tornozelos são interessantes. Mexemos nele quando queremos ficar na ponta de pé, prestes a dar salto. Da mesma forma que ajudam no salto, os tornozelos estão, também, bem pertos do chão. Eles nos ajudam a ter asas... e a nos lembrar das raízes. Asas e raízes. Os dois legados mais importantes que podemos carregar nessa vida.

tattoo

Agradecimentos especiais à Rafa, minha prima-irmã, companheira de jornada, que abraçou e ideia junto comigo.

24 comentários:

  1. Guria... tu nasceu mesmo pra ser atriz, ou poetisa porque puta que pariu! Amei a tatuagem, amei o lugar e amei ainda mais o significado. Tive uma epifania dessas de lugar do mundo também faz um tempinho, sobre esse "dilema" de ganhar o mundo com as nossas asas ou fincar raízes, gosto de pensar que realmente dá pra fazer os dois.

    Lembro de você ano passado fula da vida porque a galeria estava fechada no domingo e você não fez sua tatuagem, agora ela tá aí e acho que foi mesmo melhor assim :3 Ficou linda mesmo Nalu, parabéns pela superação haha

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Tatuei essa frase na vida desde a primeira vez que li "quando a gente para de querer e faz, vocês sabem, a gente faz tudo o que quer". Linda a tatuagem e o significado mais lindo ainda <3

    ResponderExcluir
  3. Incrível. Sou apaixonada pelos seus textos. Linda a tatuagem!
    Eu tenho pavor de seringa mas fazer tatuagem é completamente
    diferente, gostoso até! Hahaha <3

    ResponderExcluir
  4. oi ana, tatoo de codigos, que incrivel *-* amei seus textos amiga s2
    ana me visite tambem:
    gilvaniaevans.com

    ResponderExcluir
  5. Analu! Que texto mais lindo do mundo!
    A casa da minha avó também é meu melhor lugar do mundo - agora a minha, do Gabriel e do Macgyver também ♥ .
    Acho lindas tatuagens feita assim, com esse significado bonito, sem ser apenas um desenho bonito ou uma frase que alguém escreveu.
    Zerou a vida com essa tatuagem! Amei!

    Feliz 2015!

    ResponderExcluir
  6. Adorei a tatuagem, adorei o significado, e tô aqui morrendo de paixões porque você consegue sempre transformar as coisas simples em textos que parecem poesia, ahahaha. Essa sua conversa com o tatuador serviu pra me abrir os olhos e talvez agora eu tenha menos medo de marcar algo na pele também. Lindo texto, Analu!
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  7. Tu é uma pessoa incrível. Não canso de dizer. Também não canso de dizer que meu orgulho por ti só aumenta. TE AMO MEU AMÔ. Que coisa linda, que tatuagem lindo, que significado arrepiante.
    <3

    ResponderExcluir
  8. "E quando a gente para de querer e faz, vocês sabem, a gente faz tudo o que quer". Esse é, sem dúvida, um ano de enfrentar os medos e acho que tu não podia ter começado melhor. Você sabe que esse é um medo que temos em comum e ver alguém que sofre disso na mesma intensidade que eu, meio que me encoraja a também enfrentar meu medo e ir atrás do que eu quero. Tô morrendo de orgulho, Xará. Muito, muito orgulho. Já disse isso antes, mas vou continuar repetindo, porque sim, é orgulho demais.

    E vou repetir outra coisa também: A tatuagem é linda. Linda, delicada, num lugar também lindo e com TANTO significado que me emociona toda.

    Agora, miga, por favor, me leve pra Vitória pra encarar esse tatuador psicólogo com o traço fino dos sonhos. HEHEHEHE

    <3

    ResponderExcluir
  9. Palmas! Pela coragem, pela vontade de enfrentar o medo e por ter conseguido :D Sua tatuagem ficou muito legal, mas legal ainda é o significado dela.. eu sempre achei foda, mas eu nunca tive nada de tão interessante para realmente ter vontade de enfrentar meu medo de fazer.. se um dia eu achar algo tão interessante quanto a sua, quem sabe.. rs!

    Feliz 2015 :*

    ResponderExcluir
  10. Um texto que entrou direto pra minha galeria dos meus greatest hists do seu blog. No próximo amigo secreto que eu sair com você (hehe), esse vai ser o primeiro da lista que eu vou te mandar, pra gente lembrar juntas como você é foda. Não só pelo texto, que é lindo e incrível e uma tatuagem na alma, mas por tudo que ele representa. Eu sei como foi difícil pra você fazer isso, e tou orgulhosa igual mãe de criança pequena por você ter conseguido. Porque você tinha medo e foi com medo mesmo assim. Não tem como ser mais foda que isso.
    E, como se precisasse melhorar, a tatuagem é a coisa mais linda do mundo.
    <3
    te amo

    ResponderExcluir
  11. Ana, que texto mais lindo, que reflexão perfeita. Eu não teria tanta inteligência para fazer algo com tanto significado! Parabéns!! Ah.. me lembrei do álbum "latitude e longitude" do grupo Rosa de Saron, que aliás a música é linda demais, vale a pena ouvir.

    ResponderExcluir
  12. Feliz por voce ter conseguido superar o medo da agulhada, Ana. A tatuagem e linda mesmo, ainda mais com esse significado tao profundo, e pessoal. Eu nao tenho coragem pra me tatuar, nao e pra mim.

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto. A tatuagem. A lição de vida.
    Mais um ano e eu por aqui, ainda fã.
    abraço, um feliz ano, cheio de conquistas e superações.

    ResponderExcluir
  14. Parabéns pela coragem! Eu nunca tive vontade, mas sempre comentei que se tivesse que fazer uma, seria com SIGNIFICADO. E amei o significado da sua. Tatuagens assim, eu dou muito mais valor! rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Coisa mais linda do mundo, tô orgulhosa de você! A idéia foi ótima, a tattoo ficou linda e você superou o medo. Foi incrível! Vou fazer um print dessa página, das suas palavras: "Já disse pra vocês que 2015 é o ano de ter medos – e superá-los um a um" porque ando um bocado medrosa e preciso desse tipo de incentivo diário! Te amo. Beijos

    ResponderExcluir
  16. /'Da mesma forma que ajudam no salto, os tornozelos estão, também, bem pertos do chão. Eles nos ajudam a ter asas... e a nos lembrar das raízes. Asas e raízes. Os dois legados mais importantes que podemos carregar nessa vida." QUE LINDOOOO!

    Olha moça, me emocionei com esse post viu? Parabéns. Gostei muito da sua tatuagem, mesmo! Muitos sentimentos em uma só atitude né? Amor, medo, superação, liberdade, nostalgia... E isso é maravilhoso!
    Tenha um otimo 2015

    ResponderExcluir
  17. Dá vontade de tatuar na alma essa última frase, hahahahah (trocadilho NECECYRUS)

    Mas sério, amiga, que texto lindo! Fiquei morta de orgulho, aplaudindo de pé a sua coragem. Porque eu sei como você tinha medo, eu segurei a sua mão naquela ida flopada em SP, mas acho que a sua estréia foi muito mais especial assim. Que lindo motivo, e que tatuagem foda!

    Eu sempre fui contra tatuagem na perna (não me pergunte, também não sei), mas depois de você e Pássara me aparecerem com essas duas lindezas, mudei minha opinião.

    Amo você, muito!
    Vamos planejar a próxima?

    ResponderExcluir
  18. Lindo o significado... linda tatuagem.
    Isso pra mim tem sido um problema. Querer uma tatto mas, n saber o que. Ainda procurando...

    ResponderExcluir
  19. Peeerson, tô tão tão tão orgulhosa de você! Eu sabia que você conseguiria.
    E eu amei amei a sua tatuagem. O significado dela é a coisa mais linda! Gosto muito de saber os significado das tatuagens das pessoas. Te amoooo!!!

    ResponderExcluir
  20. A tatuagem ficou maravilhosa, amiga. E já te falei que fiquei muito orgulhosa de você. Acho que sua escolha foi incrível e cheia de significado. Mal posso esperar para ver a próxima (porque você já sabe que quando a gente entra nesse beco, não tem mais saída, né?).

    Também tenho asar e raízes, mas as minhas são um pouco mais literais hahahah

    Beijos, amoremio <3

    ResponderExcluir
  21. "Existem duas coisas duradouras que devemos dar a uma criança: raízes e asas", essa é a frase que tem na minha blusa da Pedagogia e que eu amo de paixão. Eu amei tudo nessa sua tatuagem, desde você enfrentando seu suposto medo até você explicando toda a significância dela nesse post. Casa de vó é lugar meio sagrado, né? A casa da minha vó é também a minha casa, literalmente. E mesmo agora, depois que ela morreu, a minha casa continua sendo "casa de vó". Sempre vai ser.

    Tô louca pra ver você viciando nessa história de tatuagem e compartilhando aqui os significados maravilhosos que elas vão ter pra você ;)

    Beijo, Bananis <3

    ResponderExcluir
  22. Lindo texto, amiga! Sua tatuagem ficou maravilhosa, e ainda mais agora que a gente ficou sabendo desse significado perfeito. Sempre levar a casa da sua avó contigo e com a sua prima é uma coisa muito linda de se fazer! :)
    E que bom que embarcou nesse barco (furado) das tatuagens!!!!! Agora não tem volta. Vamos logo partir pra segunda, tá?

    Beijos!!
    Amo amo!

    ResponderExcluir
  23. Lindo texto, Analu! Acho que meu favorito do seu blog até hoje.

    Essa ideia das coordenadas geográficas para uma tatuagem é algo super bacana, amo as que a Angelina tem no braço e acho incrível como esses numerozinhos podem dizer tanto sobre alguém, carregar tanto significado. E adoro descobrir os significados das tatuagens que as pessoas fazem, que envolve tudo mesmo, até onde se escolhe tatuar algo, e a sua reflexão sobre os tornozelos foi tão sensacional que vou ficar só nessa palavra mesmo para descrever, por não conseguir pensar em outras.

    ---------------

    Afinal, ter medo de seringa e ter medo de agulha são coisas diferentes? Tatuagem usa agulha ou seringa? Eu achava que era seringa... não é?
    E 13 minutinhos? Que rápido!

    Não posso ler que é rápido que dá vontade de fazer tatuagem também, e sou indecisa demais pra brincar. Nem é medo de agulha/seringa, mas é medo de dor e de me arrepender depois.

    Beijos!

    ResponderExcluir