domingo, 2 de janeiro de 2011

Vozes do pessimismo

Eu chego em casa ardendo de sol, com as pernas inchadas e sem conseguir sentar. Isso no dia 26 de dezembro. Faço um esforço danado para sentar no chão gelado, encostando o mínimo possível de corpo nele para arder menos. Eu, minhas tias e minhas primas rimos da situação. Principalmente eu, até porque, não tinha nem o direito de chorar o leite derramado. Eu sabia muito bem que devia ter passado protetor. E sabia mais ainda que não devia ter ficado deitada de bruços num colchão de ar do meio dia à uma da tarde. Sim, eu fui imprudente o suficiente pra isso, e restou a dor e as risadas, porque né, numa hora dessas, temos é que rir. Enfim, estávamos lá. Rindo. Meu avô aparece, todo baixinho e arrumadinho, olha pra mim de cima em baixo, e, do alto de seus recém-completados 88 diz: – Menina, você vai arder em febre essa noite. Minha madrinha já comentou em seguida: Vooooozes do pessimiismo. E aí, continuamos rindo mais ainda. Porque essas tais dessas vozes são clássicas por aqui. Meu avô as adora, e faz uso constante. Deve ser genético, porque alguns dos meus tios fazem tal e qual. Principalmente o Tio Luís, a mamãe e a tia Malu. É no estilo de dizermos: Amanhã passaremos a tarde na piscina! E um deles complementar: Vai chover o dia todo. Mas aí antes de pararmos pra ouvir, alguém já emenda: Vozes do pessimismo! E alguém já lembra em seguida: Eita João Bussular (nome do vovô). Agora mesmo alguém soltou uma dessas aqui, e minha prima Cinthia foi logo dizendo: Vozes do pessimismo. E já emendou: Posta sobre isso, Analu! Ta aí, acabou rendendo. =]

Sei que damos é risada. E que meu desejo mais profundo pro ano de 2011 é que hajam menos vozes do pessimismo por aí. Porque não precisamos de pessimismo na vida, não é mesmo? Desses estilo vovô que acabam em risadas a gente até aceita. Mas só se for para não serem levados a sério! Desejo um bom 2011 e muito otimismo pra todos vocês! E melhor ainda: Que toda a realidade se concretize nesse otimismo!

20 comentários:

  1. Ahhh, ficou cômico até! Mas realmente não merecemos as vozes do pessimismo, que aliás sempre existe tm todas as famílias, eu mesma já fui uma desas. kkkk.

    Passa longe pessimisto! rsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. eu sou pessimista, e não gosto. achei divertida a situação e me lembrou da minha irmã, que se queimou como você e hoje sofre. mas devemos espantar essas vozes do pessimismo. beijos e um ótimo 2011

    ResponderExcluir
  3. Então, se quiser levar a diante o projeto do Grill Ana Luísa, eu topo! HAHA!

    Menina, eu também exagerei no Sol nas últimas semanas. Aliás, exagerei em muita coisa. Sabe né, Reveillon, praia e tal. Mas como é só uma vez por ano, me permiti arcar com as conseqüências para ter alguns momentos de insanidade. kkkk

    Beijos,
    Madi.

    ResponderExcluir
  4. Que cantinho gostoso esse daqui,
    vejo tanta energia positiva .
    Parabens, que teu ano seja ainda mais maravilhoso, com muita diversão.

    bjs flor!

    ResponderExcluir
  5. A Madi me enche o saco, mas eu uso o protetor solar do Lucas e acabou.

    ResponderExcluir
  6. Eu, como boa pessimista que sou, prometi a mim mesma que nesse ano serei o mais otimista possível. Chega! :P

    ResponderExcluir
  7. Vamos esperar q esse ano seja bom o suficiente para ser lembrado com carinho
    hehe

    Adorei
    Otimismo sempre
    Feliz 2011

    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. Hahaha! Analu, minha avó tem esses momentos de vozes do pessimismo também, juro! Alguns dignos de vergonha alheia! :P Mas como você disse, que esse nosso novo ano venha cheinho de coisas boas e sem ecos pessimistas por aí!

    Querida, estamos aguardando o presentinho da Clara, não importa quando venha, porque o que mais gosto ao receber essas coisinhas, é o carinho que vejo nessa atitude! Imagina você aí distante se preocupando em como nos agradar! Isso pra mim já vale muito, vale tudo! Agradeço mesmo desde já! :)

    E obrigada também pelas boas vibraçoes pra chegada da Clarinha! Ela já virá ao mundo cercada de amor!

    Um beijo grande e ótima semana pra você!

    ResponderExcluir
  9. Eu sou o pessimismo em pesoa e conheço bem a minha voz de tal e qual. Meus amigos dizem, com humor, é claro, que eu sou a representação da energia negativa...

    Fora isso, bom 2011 pra todos nós. Felicidadeeeeees!

    ResponderExcluir
  10. Feliz Ano Novo atrasado!
    Toda familia tem um pessimista. haha.
    Espero que não tenha ficado com febre mesmo.
    Beijo Ana.

    ResponderExcluir
  11. O engraçado é que aconteceu exatamente o mesmo com a minha irmã essa semana. Ela é branca como parede e foi pegar sol por 30 min dizendo que ia ficar a musa do verão. Pegou foi quase uma insolação.
    Desejo o mesmo e em dobro pra você! Sorte nesse ano que chegou!

    =*

    ResponderExcluir
  12. vozes e letras de otimismo para vc, então. Muitas delas. E que todas façam seu ano borbulhar de boas coisas!
    beijos

    ResponderExcluir
  13. LEGAL TEU BLOG... TO SEGUINDO... SIGA-NOS

    LUCRE COMISSÕES E DIVULGUE
    GRÁTIS SEU BLOG AQUI:

    www.psdesigner.com.br/entretenimentos

    OBRIGADO!
    Marcos Roberto

    ResponderExcluir
  14. Essa coisa toda de pessimismo ronda mesmo as pessoas, onde quer que vc va sempre encontra numa frase o pessimista.. que seja como vc disse, pra rimos deles...

    Sobre o post anterior, amei, chega deu vontade de voltar ao dia 1º so pra ver td começar novamente.

    ResponderExcluir
  15. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Adorei, "as vozes do pessimismo"... Elas acontecem em (quase) todas as famílias, eu acho, porque também tenho exemplos "adorávei" por aqui.... rs
    Cheiro grande, Ana! E que o seu 2011 tenha poucas ou "vozes do pessimismo" sem sinceridade real... rs

    ResponderExcluir
  16. Menina. Eu ia dizer que é fácil achar você nas fotos que você posta justamente pq é sempre a mais branquinha. E depois que eu li que vc tinha torrado no sol, e agora que foi sem protetor eu até pensei em vir aqui dar uma não de vozes do pessimismo, mas de mãe mesmo (aquela coisa de 'não pode, envelhece, câncer de pele e blablabla). Mas daí eu pensei que não. Que eu também muito branca, já torrei MUITO no sol. E já ouvi muito conselho de muitas "mães" por aí e queria mais é que parassem de falar. A pele é minha, a ruga será minha, problema meu. Hoje eu olho minhas sardas de sol e penso que não, já sou uma mulher feita e já não saio mais de casa sem meu protetor 60. Mas fiz o que eu queria, quando queria e fui feliz.

    O mundo é cheio de vozes do pessimismo. Quero ver é gente feliz simplesmente por ver a nossa felicidade. ;)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  17. Hahaha! Histórias da família da Ana! Adorei o post. E concordo com você, ser otimista faz bem! Ah, e vou te dar bronca: tem que passar protetor solar, menina! Não só pra ficar exposta mas pra assim que por os cílios pra fora de casa já estar protegida, rããn! Hahaha! Beijinhos =*

    ResponderExcluir
  18. haha deve ser divertido essa coisa toda das "vozes do pessimismo" na tua família, mas é realmente bom que esse pessimismo seja apenas parte de uma brincadeira, pois apesar de eu ser altamente pessimista, sei que é ruim e, sinceramente... Não gosto de estar ao lado de gente pessimista, então continue otimista e sorridente, como a analu que conheço! hahah

    ResponderExcluir
  19. Analu,
    Vc sabe que muitas vezes não é pessimismo. É zelo.

    ResponderExcluir